Quais faculdades aceitam o Fies?

Ingressar no ensino superior tem sido o sonho de muitos jovens e adultos. Conseguir o diploma universitário, se especializar e seguir a profissão que tanto sonhou é um grande passo na vida das pessoas. Atualmente existem universidades públicas e privadas, ampliando assim as possibilidades de realizar o sonho da graduação.

Existem também algumas formas de ingressar nessas universidades, dentre os programas oferecidos pelo governo estão o SISU, FIES e PROUNI. São programas que permitem uma maior concorrência para conseguir uma vaga na faculdade ou para financiar os seus estudos em uma instituição privada, como é o caso do FIES.

Quais faculdades aceitam o FIES?

Para aqueles que estão interessados em realizar a graduação através do FIES é importante, antes de tomar outras decisões, saber quais instituições privadas aceitam o programa. A participação no mesmo é opcional e é a faculdade ou universidade que se inscreve no programa, não sendo ele obrigatório para todas as instituições de ensino superior.

Portanto, no site do FIES, você tem acesso às faculdades ou universidades que aceitam o programa para seus cursos. Através dessa informação você poderá escolher em qual instituição poderá realizar sua graduação. É importante ressaltar que as instituições participantes são reconhecidas pelo MEC e seus cursos aprovados pelo governo, apenas nesses casos ela poderá se inscrever no programa.

Algumas instituições optam por não participarem do FIES, mas oferecem outras formas de acesso à graduação, com exames de bolsas e financiamentos estudantis próprios. Escolha qual curso deseja realizar e pesquise as instituições participantes, caso a que você tanto sonha não esteja no programa você pode procurar o local para outros programas de ingresso.

O que é o FIES?

Criado em 2001 o Fundo de Financiamento Estudantil, ou mais conhecido como FIES, é um programa do Ministério da Educação do Governo Federal. Seu principal objetivo é oferecer financiamento estudantil em cursos superiores nas instituições privadas de ensino espalhadas por todo território nacional, desde que ela esteja inscrita no programa.

Atualmente o programa passou por uma reformulação, criando assim o novo FIES. Com ele o programa foi dividido em três modalidades, indo do financiamento com juros zero ao financiamento com juros, variando de acordo com a renda familiar do candidato. É importante ressaltar a necessidade da renda para participar do programa.

Sendo assim pode ser concedido o financiamento sem cobrança de juros ao final do curso em alguns casos. De forma geral o programa consiste em um empréstimo ao estudante, onde o governo realiza o pagamento do curso superior à instituição de ensino e, após formado, o aluno realiza o pagamento de empréstimo para o governo federal.

Como participar do FIES?

Para estar apto a participar do programa, o estudante interessado deve ter, em primeiro lugar, renda familiar de até três salários mínimos por pessoa. Assim sendo o programa é destinado para aqueles que não possuem condições de arcar com a mensalidade de uma faculdade particular, ampliando assim o acesso ao ensino superior no país.

Além da renda, é necessário que o aluno escolha uma instituição participante do programa e um curso reconhecido pelo MEC, apenas nesses casos o benefício é concedido. É necessário ainda não ter sido contemplado com o programa ou estar inadimplente com o mesmo.

Seguro Viagem: O que é e em quais países é obrigatório?

Você já deve ter ouvido falar que viajar enriquece a alma, e é verdade. É muito empolgante planejar uma viagem e sonhar com os lugares que queremos conhecer. Na hora de planejar, muitas coisas são importantes: hospedagem, passagens com o melhor preço, os passeios que você poderá fazer e é claro, fazer as malas. Agora, um detalhe que nem todo mundo dá importância, é justamente o seguro viagem. Este, é tão importante quanto a escolha dos demais.

O seguro viagem garante a você e sua família, proteção e tranquilidade durante a viagem, seja ela a trabalho ou a lazer. Ninguém quer machucar o pé durante uma caminhada apreciando a paisagem ou ter uma bagagem extraviada, mas infelizmente são coisas que podem acontecer, e ter um seguro viagem internacional em um momento como este já é considerado um grande alívio.

Bom, aqui você vai entender o que é um seguro viagem e em quais países é obrigatória a sua contratação. Então leia tudo e tire suas dúvidas!

O que é seguro viagem?

A finalidade do seguro viagem basicamente é servir como um plano de saúde durante o período em que estiver viajando. O seguro viagem tem cobertura para as despesas médicas e hospitalares em casos de doenças ou acidentes, além disso também cobre: assistência odontológica, assistência farmacêutica, extravio de bagagem, cancelamento de viagem, translado de corpo em casos de morte, entre outros.

Seguro viagem obrigatório

O seguro viagem pode ser obrigatório em alguns países, na grande maioria são países europeus, que são signatários do tratado de Schengen. E segundo o tratado, o seguro viagem é obrigatório para turistas, com cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares nas situações de enfermidades e acidentes também.

O tratado de Schengen está vigente na grande parte dos países da união europeia, exceto Reino Unido e Irlanda que possuem suas próprias regras para entrada de estrangeiros. Fique de olho e pesquise para contratar um seguro que atenda a legislação vigente para o país que você vai viajar.

Os países do tratado de Schengen são: Noruega, Dinamarca, Polônia, Portugal, Alemanha, Bélgica, Estônia, República Tcheca, Finlândia, Franca, Grécia, Holanda, Hungria, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Islândia, Itália, Letônia, Áustria, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Suécia e Suíça. Outros países em breve também farão parte do tratado, são eles: Bulgária, Romênia, Croácia e Chipre.

Já na Austrália, o seguro viagem é obrigatório também, o governo australiano requer a contratação do Overseas Student Health Cover (OSHC) para intercambistas e isso dá direito ao estrangeiro utilizar do sistema público de saúde australiano a vontade.

Aqui na América Latina, Cuba e Venezuela, também fazem a exigência do seguro viagem e tem suas próprias normas vigentes.

Os Estados Unidos é um caso a parte, isso porque o país não obriga o seguro obrigatório para estrangeiros, porém a saúde no país tem um custo muito alto, o que pode comprometer absurdamente o seu orçamento, por isso se for para lá, contrate um seguro viagem e esteja protegido.

Como contratar um seguro viagem agora?

Contratar um seguro viagem é muito fácil e rápido. Dá para fazer isso aí mesmo na sua casa, pois na internet você já encontra diversas empresas que oferecem o seguro. Entre tantas opções o importante mesmo é pesquisar qual empresa oferece o melhor custo benefício seguro viagem e escolher um seguro que atenda as suas necessidades de viajante!

Page 1 of 9

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén