Categoria: Saúde

problemas cardíacos

Como evitar problemas cardíacos

Problemas cardíacos estão ficando cada vez mais comuns para pessoas acima de 30 anos. Porém, isso não quer dizer que devemos nos preocupar com isso ou que todos nós vamos ter que passar por essa situação.

Assim, vamos agora mesmo ver como você pode evitar este tipo de problemas por meio de algumas dicas simples e hábitos saudáveis.

1.    Pare de fumar para evitar problemas cardíacos

As consequências do tabagismo são muitas: a inflamação dos vasos sanguíneos faz com que os coágulos se formem, as artérias ficam entupidas mais rapidamente, a pressão sanguínea suba e por isso, o risco de ter um ataque cardíaco é multiplicado por 5.

Lesões arteriais e cardíacas ocorrem 20 a 30 anos antes dos danos pulmonares. As campanhas de câncer de pulmão sempre foram focadas, enquanto os danos cardiovasculares estão chegando.

Alguns cardiologistas afirmam que 40% das vítimas de infarto são fumantes e têm menos de 45 anos.

Os fumantes passivos não são poupados dessa situação também, o que preocupa algumas pessoas.

Clique aqui e descubra as verdades sobre o fígado

2.    Evite excesso de peso

13% dos adultos são obesos no mundo, sem contar as pessoas com excesso de peso.

Todos conhecemos as regras ” higieno-dietéticas ” a seguir: coma moderadamente, não coma muitas gorduras, não muito doce, respeite porções 5 frutas e vegetais por dia, etc.

Mudar a dieta regularmente, gradualmente, comer qualquer coisa moderadamente, evitar dietas muito severas, jejum, alimentos processados, doces, todos esses gestos de senso comum que lhe permitem perder peso.

Nós devemos comer menos e melhor. Uma dieta equilibrada e atividade física são a dupla certa, qualquer que seja o peso:

Melhor estar acima do peso e se mover do que ser magro e sedentário. Não é só o peso que conta, mas também a atividade física.

Com o mesmo peso, a pessoa que faz exercício físico terá menos problemas cardíacos do que aquele que não faz.

Um bom suplemento com certeza é uma das melhores ajudas para você que quer manter o peso ideal. O mais recomendado para isso é a Cromofina funciona, e tem como objetivo ajudar a pessoa a emagrecer e manter o peso ideal.

Se você quer saber mais sobre este suplemento, clique aqui e veja todos os benefícios sobre ele, além dos detalhes que com certeza você gostaria de saber.

3.    Limite de álcool

O consumo excessivo de álcool é um fator de problemas cardíacos. Ele aumenta a pressão arterial, causa distúrbios do ritmo cardíaco, como arritmia ou taquicardia. Mas nem todos os álcoois são iguais:

Vinho tinto é bom para a saúde em dose moderada, 1 ou 2 copos por dia para mulheres, 2 a 3 para homens. O rosé causa arritmias cardíacas, a alta dose de cerveja é diurética e pode levar à desidratação.

Ao mesmo tempo, como o álcool é consumido desempenha um papel na saúde do coração:

É melhor beber moderadamente diariamente do que ficar bêbado nos finais de semana. A bebedeira, que envolve beber muito e rapidamente, é extremamente perigosa.

4.    Controle seu estresse

Aborrecimentos, problemas familiares, conflitos no trabalho, certos acontecimentos da vida, preocupações financeiras, problemas de saúde que afetam um ente querido, etc., as fontes de estresse são numerosas, frequentes e não poupam ninguém.

O estresse atua no coração e artérias, na pressão sanguínea, mas não no mesmo nível do tabaco, sobrepeso, colesterol ou pressão alta.

Embora o estresse seja agora considerado um fator de risco, ele também pode ser um fator desencadeante. De fato, o estresse chamado agudo (agressão, raiva, acidente, trauma) pode causar problemas cardíacos.

Quanto ao estresse crônico (problemas de dinheiro, conflitos familiares e profissionais), ele age com delicadeza, mas com segurança.

Para que todos encontrem maneiras de superar seu estresse, podemos praticar exercícios físicos, apoio psicológico, recreação que pode ser bem descomprimido.

A solução é encontrar a causa do estresse e tratá-lo.

Conclusão

Você pode evitar problemas cardíacos por seguir essas 4 dicas simples. Portanto, não deixe de praticar tudo o que você aprendeu aqui, pois dessa forma, você conseguirá manter uma boa saúde do coração e evitar todos os tipos de problemas na região.

Espinhas Internas: Veja como se livrar desse problema

As espinhas são sempre um assunto polêmico. Apesar de comum é muito incomodo, pois, envolve a estética, muitas vezes do rosto. Muitas pessoas têm esse problema quando são adolescentes, mas algumas só começam a ter depois dessa fase ter passado. Mas saiba que a acne é um processo natural, a oleosidade entope os poros, causando assim as espinhas, que nada mais é que uma leve inflamação no local.

Se a acne já incomoda tanto, agora pense nas espinhas internas, que além do incomodo citado acima, elas são muito doloridas, inflamam com facilidade e é muito difícil de remover. Aqui iremos explicar os maiores questionamentos sobre espinhas internas.

Por que surgem espinhas internas?

As espinhas, de normais a internas, surgem pela obstrução do canal por onde saem o pelo e o sebo do corpo, o poro. A espinha surge através do sebo acumulado no poro, que dá origem ao cisto e a seguir a inflamação que resulta na espinha.

A diferença para espinhas internas, é que ela está em camadas mais profundas da pele, então ela não erupciona, fica debaixo da pele. Elas são muito doloridas, e quando aparecem, a área em volta fica vermelha a inchada. Outro caso de espinha interna é quando tem a presença de bactérias, que aumenta a dor e tem a secreção de pus, graça ao processo infeccioso interno.

As espinhas internas têm uma série de fatores como causa, que podem ser genéticas, uso de produtos oleosos, alterações hormonais, entre outros.

Como se livrar das espinhas internas?

Você nunca, em hipótese alguma, pode espremer, furar ou apertar as espinhas internas. Pois, isso não eliminaria em sua totalidade e deixaria aquela região ainda mais infamada, facilitando a proliferação de bactérias e o mais temido, a causa de cicatriz permanente.

Uma compressa com água morna nas espinhas internas deixa o problema mais suave, pois, acalma a pele e alivia a dor. Além disso, os poros se abrem com a quentura da água, fazendo com que as espinhas internas saiam de forma natural.

Outra forma parecida com a compressa é o vapor de água, ele também, ajuda a eliminar as espinhas internas. Seu efeito é bem similar, abre os poros, facilitando a saída da inflamação.

Como evitar as espinhas internas?

Se você quer evitar a ter espinhas internas, saiba que terá que mudar um pouco seus hábitos e seguir conforme as dicas abaixo:

  • Alimentação saudável, com pouco açúcar e gordura;
  • Lavar o rosto com um sabonete para o seu tipo de pele, pelo menos duas vezes ao dia;
  • Não mexer nas espinhas, pois, se não a área pode inflamar e aparecer novas espinhas;
  • Esfolie seu rosto semanalmente;
  • Evite produtos que sejam muito oleosos;
  • Tire sempre a maquiagem para dormir.

Sempre bom lembrar, que dependendo do grau das espinhas internas, você deve procurar uma orientação médica com um dermatologista. Pois, existem casos que é alteração hormonal ou algum problema que não será resolvido com as dicas acima. Só o médico pode receitar o tratamento certo para seu problema.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén