As espinhas são sempre um assunto polêmico. Apesar de comum é muito incomodo, pois, envolve a estética, muitas vezes do rosto. Muitas pessoas têm esse problema quando são adolescentes, mas algumas só começam a ter depois dessa fase ter passado. Mas saiba que a acne é um processo natural, a oleosidade entope os poros, causando assim as espinhas, que nada mais é que uma leve inflamação no local.

Se a acne já incomoda tanto, agora pense nas espinhas internas, que além do incomodo citado acima, elas são muito doloridas, inflamam com facilidade e é muito difícil de remover. Aqui iremos explicar os maiores questionamentos sobre espinhas internas.

Por que surgem espinhas internas?

As espinhas, de normais a internas, surgem pela obstrução do canal por onde saem o pelo e o sebo do corpo, o poro. A espinha surge através do sebo acumulado no poro, que dá origem ao cisto e a seguir a inflamação que resulta na espinha.

A diferença para espinhas internas, é que ela está em camadas mais profundas da pele, então ela não erupciona, fica debaixo da pele. Elas são muito doloridas, e quando aparecem, a área em volta fica vermelha a inchada. Outro caso de espinha interna é quando tem a presença de bactérias, que aumenta a dor e tem a secreção de pus, graça ao processo infeccioso interno.

As espinhas internas têm uma série de fatores como causa, que podem ser genéticas, uso de produtos oleosos, alterações hormonais, entre outros.

Como se livrar das espinhas internas?

Você nunca, em hipótese alguma, pode espremer, furar ou apertar as espinhas internas. Pois, isso não eliminaria em sua totalidade e deixaria aquela região ainda mais infamada, facilitando a proliferação de bactérias e o mais temido, a causa de cicatriz permanente.

Uma compressa com água morna nas espinhas internas deixa o problema mais suave, pois, acalma a pele e alivia a dor. Além disso, os poros se abrem com a quentura da água, fazendo com que as espinhas internas saiam de forma natural.

Outra forma parecida com a compressa é o vapor de água, ele também, ajuda a eliminar as espinhas internas. Seu efeito é bem similar, abre os poros, facilitando a saída da inflamação.

Como evitar as espinhas internas?

Se você quer evitar a ter espinhas internas, saiba que terá que mudar um pouco seus hábitos e seguir conforme as dicas abaixo:

  • Alimentação saudável, com pouco açúcar e gordura;
  • Lavar o rosto com um sabonete para o seu tipo de pele, pelo menos duas vezes ao dia;
  • Não mexer nas espinhas, pois, se não a área pode inflamar e aparecer novas espinhas;
  • Esfolie seu rosto semanalmente;
  • Evite produtos que sejam muito oleosos;
  • Tire sempre a maquiagem para dormir.

Sempre bom lembrar, que dependendo do grau das espinhas internas, você deve procurar uma orientação médica com um dermatologista. Pois, existem casos que é alteração hormonal ou algum problema que não será resolvido com as dicas acima. Só o médico pode receitar o tratamento certo para seu problema.